Última hora

Última hora

Bancos britânicos com contas no verde

Em leitura:

Bancos britânicos com contas no verde

Tamanho do texto Aa Aa

Os dois maiores bancos britânicos, HSBC e Barclays, apresentaram contas no verde. O HSBC teve lucro no segundo trimestre deste ano, contrariando as previsões que apontavam para um prejuízo. No entanto, os números desceram 57% em relação ao mesmo período do ano passado.

Melhores foram as contas de outro grande banco britânico, o Barclays, que teve números em alta de 8%, muito graças à compra de activos do falido Lehman Brothers, nomeadamente o edifício-sede de Nova Iorque. “Temos que ter em conta os efeitos da recessão, tanto em termos individuais como das empresas. Nesse aspecto, podemos dizer que os bancos passaram já pelo pior da recessão, mas é demasiado cedo para dizer que a má situação acabou”, diz o analista Richard Hunter. O Barclays lucrou 3,5 mil milhões de euros, um número abaixo das previsões que apontavam para os 4 mil milhões de euros. O HSBC teve um lucro de 2,34 mil milhões de euros. “Temos a sensação de que os bancos não estão a fazer o que deviam, no que toca a emprestar às pequenas empresas. Começam a emprestar, mas a uma taxa muito superior à taxa de juro de referência, que é de 0,5%”, diz Stephen Alambritis, da Associação de Pequenas Empresas. Os dois bancos foram afectados, nesta primeira metade do ano, pelos encargos com os créditos de risco. Os analistas prevêem que a situação comece agora a melhorar.