Última hora

Última hora

Canadá extradita empresário alemão acusado de subornar políticos

Em leitura:

Canadá extradita empresário alemão acusado de subornar políticos

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça canadiana entregou às autoridades alemãs o sulfuroso empresário Karlheinz Schreiber.

Acusado de tráfico de armas, fuga ao fisco e suborno de políticos, Schreiber vai ser finalmente julgado depois de ter escapado durante uma década aos pedidos de extradição de Berlim. Antes de partir de Toronto, o empresário acusou os sociais-democratas alemães de estarem por detrás da decisão repentina. “As eleições são em Setembro e o SPD já ganhou três eleições à custa do meu processo”. As acusações contra Schreiber na Alemanha mancharam nos anos noventa a reputação do então Chanceler Helmut Kohl e dos conservadores da CDU, acusados de receberem milhares de marcos em doações das mãos do negociante de armas. Um escândalo que continua até hoje por elucidar e que arrisca abalar o favoritismo do partido de Merkel na campanha eleitoral. Refugiado no Canadá há uma década, o empresário conseguiu atrasar a extradição, apresentado pedidos de recurso sucessivos, até sexta-feira quando os juízes rejeitaram voltar a rever o processo. O empresário é igualmente acusado no Canadá de ter pago um suborno ao primiero ministro em 1993 em troca da aquisição de vários aviões Airbus e da autorização para instalar uma fábrica de tanques alemães no país.