Última hora

Última hora

Jovens assassinados em Telavive foram a enterrar

Em leitura:

Jovens assassinados em Telavive foram a enterrar

Tamanho do texto Aa Aa

Foram a enterrar os dois jovens assassinados em Telavive num bar de homossexuais.

Centenas de membros da comunidade gay juntou-se às famílias no último adeus aos dois israelitas que perderam a vida na noite de Sábado para Domingo. As vítimas estavam num café, que fica na cave da Associação de gays e lésbicas da capital israelita, quando, segundo as testemunhas, um homem, de cara tapada e vestido de negro, abriu fogo com armas automáticas sobre um grupo de jovens. A líder da oposição israelita, Tzipi Livni, expressou a sua solidariedade para com as famílias e condenou o ataque. Este Domingo, centenas de pessoas manifestaram-se no centro de Telavive. Mas as preocupações aumentam. Um dos participantes explica que o que o preocupa é saber se as autoridades vão fazer o suficiente para apanharem o culpado e protegerem os israelitas. Apesar da hostilidade de alguns círculos religiosos judaicos, em especial em relação ao sexo masculino, ser homossexual em Israel não é crime desde 1988 e há alguns direitos reconhecidos pelos tribunais a casais de homossexuais.