Última hora

Última hora

Toyota e BMW apresentam contas

Em leitura:

Toyota e BMW apresentam contas

Tamanho do texto Aa Aa

A Toyota e a BMW apresentaram esta terça-feira resultados acima das previsões, relativos à primeira metade do ano.

Os dois grupos apresentaram números encorajadores, mas mantêm a cautela quanto às previsões para o resto do ano, já que o sector automóvel é dos mais afectados pela crise económica. A Toyota, que luta com a General Motors pelo lugar de número um mundial, voltou a ter prejuízo, o terceiro consecutivo, mas os números são melhores que os esperados. Tal como aconteceu na Europa e nos Estados Unidos, também no Japão as medidas governamentais ajudaram o sector: “A revisão em alta das vendas no Japão reflecte os efeitos positivos de medidas governamentais, como os bónus ecológicos, que estão a ser sentidos no mercado. Por isso, esperamos um aumento nas vendas domésticas, pela primeira vez em cinco anos”, disse Takahiko Ijichi, dirigente do gruop. Quanto à BMW, publicou um lucro líquido de mais de 120 milhões de euros, batendo assim todas as previsões, que apontavam para um prejuízo. Os números são bons, mas o grupo, que joga no sector dos carros topo-de-gama, prefere a cautela. Diz que há alguma recuperação no sector, mas o fim da crise ainda está longe. A BMW diz que este ano não deve atingir a marca de 1,4 milhões de carros vendidos, que alcançou no ano passado.