Última hora

Última hora

Jornalistas detidas pela Coreia do Norte chegam aos Estados Unidos

Em leitura:

Jornalistas detidas pela Coreia do Norte chegam aos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Estão de regresso a casa as duas jornalistas detidas por Pyonyang desde Março.
 
Laura Ling e Euna Lee chegaram, hoje, ao aeroporto de Burbank na Califórnia onde eram esperadas por familiares e amigos.
 
A libertação das jovens foi negociada por Bill Clinton, que esta semana se deslocou à Coreia do Norte.
 
Á chegada ao aeroporto, Laura Ling disse que os últimos 140 dias foram os mais difíceis da vida das jornalistas. Agradeceu a amnistia concedida pelo regime norte-coreano e afirmou estar muito contente por regressar a casa. Acrescentou, ainda, que ambas estão muito ansiosas e o que mais desejam agora é passar algum tempo na companhia das famílias.
 
Bill Clinton é a primeira personalidade norte-americana a deslocar-se ao país nos últimos nove anos.
 
A visita ocorre em pleno impasse sobre o programa nuclear norte-coreano. Recorde-se que Pyonyang abandonou as negociações a seis, em Abril.
 
Desconhecem-se para já os argumentos que terão levado à libertação das jornalistas condenadas a 12 anos de trabalhos forçados por terem atravessado, ilegalmente, a fronteira entre a China e a Coreia do Norte.