Última hora

Última hora

Turquia autoriza passagem de gasoduto South Stream

Em leitura:

Turquia autoriza passagem de gasoduto South Stream

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia deu luz verde à passagem do gasoduto russo-italiano South Stream pelo seu território. O acordo foi firmado hoje durante a visita do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, a Ancara para um encontro com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. A assinatura teve lugar na presença do chefe de governo italiano, Silvio Berlusconi, devido à participação da empresa italiana ENI no consórcio do South Stream junto com a russa Gazprom.

O acordo cimenta os laços energéticos da Turquia e Rússia, já que foi assinado também o documento sobre a construção da primeira e controversa central nuclear turca. No total foram firmados 15 acordos. Laços fortes, baseados nas relações económicas, como relembrou o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, quando explicou porque autorizaram a passagem do gasoduto pelo Mar Negro. Para já vão começar os estudos geológicos no Mar Negro. O gasoduto South Stream é o contra-ataque russo ao rival Nabucco, projecto promovido pela União Europeia e no qual participa também a Turquia. Os russos procuram manter o mercado europeu, contornando os problemas de abastecimento criados pela Ucrânia. Russos e turcos fazem um balanço muito positivo do encontro e, baseados na boa experiência em termos económicos, querem alargar o bom entendimento a outras áreas. O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, afirmou, por isso, que irão iniciar discussões intergovernamentais regulares, já a partir do próximo ano. Ancara conseguiu também o apoio da Rússia para o prolongamento do gasoduto Blue Stream e mostra que se tornou no ponto de passagem obrigatório das futuras rotas dos hidrocarbonetos da Ásia Central para a Europa.