Última hora

Última hora

Ásia: cheias já mataram seis pessoas

Em leitura:

Ásia: cheias já mataram seis pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos seis pessoas morreram nas cheias registadas no norte das Filipinas, entre as quais um turista francês e outro europeu cuja nacionalidade ainda não foi avançada.

Três canadianos foram dados como desaparecidos na cidade de Capas. As cheias são consequência da passagem do tufão Morakot, que desencadeou fortes chuvas e o colapso de um dique. Na cidade de Botolan, na província de Zambales, estradas e pontes ficaram intransitáveis. Um líder tribal diz que 12 mil pessoas tiveram de abandonar as casas. Quase duas mil pessoas encontraram abrigo em escolas e recintos desportivos. Outros filipinos passaram a noite nos telhados. Depois de ter varrido as Filipinas, o tufão Morakot paralisou Taiwan, devido a ventos que atingiram os 145 quilómetros por hora, inundações e derrocadas. O Governo decretou a suspensão das actividades nos mercados financeiros, nas repartições públicas e nos estabelecimentos de ensino de grande parte da ilha. Os voos domésticos e internacionais foram cancelados. A actividade pesqueira também foi interrompida.