Última hora

Última hora

Autoridades britânicas perdoam Ronnie Biggs

Em leitura:

Autoridades britânicas perdoam Ronnie Biggs

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades britânicas acabam de conceder perdão a Ronnie Briggs, o líder do gangue que assaltou o comboio-correio no Reino Unido em 1963.

Uma infecção pulmonar levou ao agravamento do seu estado de saúde. Terá sido isto que fez o ministro da Justiça, Jack Straw, a autorizar a sua libertação esta sexta-feira. O filho, Michael, afirma estar feliz com a decisão. Ele diz que a razão acabou por prevalecer e espera que o seu pai sobreviva para celebrar o seu aniversário e gozar o tempo de vida que lhe resta. O aniversário de Ronnie Biggs é este Sábado. Ronnie Biggs foi o cérebro do assalto ao comboio-correio em 1963. O gangue compreendia 12 elementos. O assalto rendeu 2,6 milhões de libras. Biggs foi capturado pela polícia mas conseguiu evadir-se da prisão ao cabo de 15 meses. Depois de uma passagem pela Austrália acabaria por se fixar no Brasil. Ao longo de 36 anos Biggs conseguiu iludir as autoridades britânicas mas acabaria por se entregar em 2001 quando decidiu voltar para Inglaterra. Desde o seu regresso que tem estado detido a cumprir uma pena de 30 anos.