Última hora

Última hora

Rússia e Turquia assinam acordo para gasoduto

Em leitura:

Rússia e Turquia assinam acordo para gasoduto

Tamanho do texto Aa Aa

Turquia e Rússia assinaram, esta quinta-feira, um acordo, para a passagem, em águas territorias de Ankara, de um futuro gasoduto russo.

Vai chamar-se South Stream e será uma alternativa ao actual sistema, que atravessa a Ucrânia, para abastecer a Europa central e ocidental. Um aperto de mão entre Valdimir Putin e Tayyip Erdogan selou o acordo. Putin ficou satisfeito: “Hoje, é evidente que o pipeline South Stream será uma realidade particularmente importante, no contexto do aprovisionamento energético e da segurança para toda a Europa e também para o desenvolvimento das relações entre a Rússia e a Turquia” A Rússia vai iniciar a fase de projecto, com estudos no Mar Negro, por onde passará o gás. O gasoduto vai conduzir o gás ate à cidade mediterrânica de Cayhen, um dos entrepostos energéticos da Europa. Terá uma capacidade de transporte de 63 mil milhões de metros cúbicos por ano. Esta quinta-feira, Sílvio Berlosconi testemunhou, em Ancara a assinatura do acordo. Uma presença que se justifica pelo interesse dos italianos da ENI, no projecto. A ENi que é associada do gigante russo, Gazprom. O primeiro ministro turco diz que não é concorrência: “Na minha opinião, seria mais correcto dizer que o Nabucco é complementar, porque nenhum é alternativa ao outro. Tanto mais que os dois juntos não serão suficientes para alimentar as necessidade europeias, num futuro próximo”.