Última hora

Última hora

Autor dos atentados de Djacarta poderá estar morto

Em leitura:

Autor dos atentados de Djacarta poderá estar morto

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia indonésia matou um homem que se supõe ser o principal suspeito dos atentados de 17 de Julho, em Djacarta.

Ainda sem confirmação oficial, parece tratar-se de Noordin Top, um activista islâmico que estava ser procurado. A morte ocorreu, durante uma busca da polícia, que provocou uma intensa troca de tiros. Noordin Top nasceu na Malásia e tem sido referido como o autor dos atentados a dois hoteis da capital indonésia. O recontro com a polícia ocorreu na localidade de Temanggung, no centro da ilha de Java. De acordo com informação policial, poderá haver mais mortos. Também na região de Bekasi, nos arredores de Djacarta, a polícia matou mais dois suspeitos de terrorismo. Houve disparos, no momento em que as forças de segurança tentavam desactivar 500 quilos de bombas, disse um porta-voz policial Os atentados de 17 de Julho foram reivindicados, nove dias depois, por uma organização denominada Tandzim Al Qaeda Indonésia, dirigida por Top. Morreram nove pessoas e 53 ficaram gravemente feridas.