Última hora

Última hora

Geórgia assinala aniversário da guerra

Em leitura:

Geórgia assinala aniversário da guerra

Tamanho do texto Aa Aa

A Geórgia assinalou, esta sexta-feira, o primeiro aniversário da guerra contra a Rússia, pelo controlo da Ossétia do Sul.

Foi uma derrota pesada que não impediu o presidente, Mikheil Saakashvili de enfrentar a multidão que, numa vigília, homenageou as vítimas. Uma orquestra tocou um requiem pelas vítimas da guerra.Terão morrido 390 civis e 181 militares georgianos, durante os cinco dias de combates. Cem mil pessoas abandonaram as suas residências, para escapar à guerra. Há um ano, a Georgia lançou uma operação militar, para recuperar o controle político da Ossétia do Sul, que insistia no corte com Tbilissi. A Rússia estava em condições de responder ao ataque, como Putin tinha avisado. O exércirto georgiano pouco pode fazer e a Rússia foi acusada, por diverssos sectores, de ter usado meios desproporcionados. Agora, Saakashvili promete continuar a luta por meios pacíficos. Uma declaração que surge no meio de acusações recíprocas de que tanto a Georgia, como a Rússia, se estão a preprarar para um novo confronto militar. Os analistas dizem que, uma segunda guerra entre os dois campos, terá consequências mais devastadoras. E pode mesmo produzir alterações políticas na Georgia, onde a contestação a Saakashvili tem crescido. Ele é acusado de ter cometido erros de cálculo, quando, a 7 de Agosto de 2008, lançou o ataque contra a Ossetia.