Última hora

Última hora

Missão britânica no Afeganistão pode prolongar-se até 2050

Em leitura:

Missão britânica no Afeganistão pode prolongar-se até 2050

Tamanho do texto Aa Aa

A estimativa é feita pelo futuro chefe do Estado-maior das Forças Armadas britânicas, David Richards, numa entrevista publicada no sábado.

David Richards disse ao The Times que o envolvimento militar só deve ser necessário a médio prazo, mas que depois será preciso ajudar a governar o país. A entrevista surge numa altura em que a intervenção militar ocidental é cada vez mais criticada na Grã-Bretanha, que perdeu 22 soldados, no Afeganistão, em Julho. Uma sondagem publicada na semana passada revela que dois terços da população defendem a retirada das tropas no espaço de 12 meses. A menos de um ano das eleições, a pressão sobre o primeiro-ministro britânico tem aumentado. O Governo é acusado de não fornecer os equipamentos necessários aos soldados. No próximo dia 20, há eleições no Afeganistão, um teste aos esforços ocidentais para estabilizar o país.