Última hora

Última hora

Fatah tem nova direcção

Em leitura:

Fatah tem nova direcção

Tamanho do texto Aa Aa

O Fatah conta desde esta terça-feira com uma direcção cheia de sangue novo. Para além do símbolo da resistência palestiniana, Marwan Barghuthi, entraram no Comité Central do principal partido laico palestiniano 13 novos membros, num total de 18.

Detido em 2002, pelas forças israelitas, Barghuthi foi condenado, dois anos depois, a prisão perpétua por um tribunal civil israelita. Apesar da sua detenção em Israel continua a ser um dos líderes políticos palestinianos mais populares. Os novos membros foram eleitos no congresso do partido, o primeiro em 20 anos. Os resultados oficiais das eleições internas foram divulgados esta manhã. Os mais de 2000 delegados do movimento fundado por Yasser Arafat, no final dos anos 1950, elegeram também Saeb Erekat, um dos principais negociadores palestinianos. Duas figuras de destaque foram eleitas para o Comité Central. São elas Mohammad Dahlane, de 48 anos, e Jibril Rajub, de 56. Dahlane era o homem forte do Fatah em Gaza, antes do partido ter sido derrotado pelo Hamas, que assumiu o controlo da faixa em Junho de 2007. Rajub é um antigo chefe da segurança preventiva na Cisjordânia e preside actualmente à Federação de Futebol e ao Comité Olímpico palestinianos. Na votação de domingo e segunda-feira, os delegados elegeram também 80 membros do Conselho Revolucionário, que conta com um total de 120. O Comité Central inclui 23 membros. 18 foram eleitos, os restantes serão designados pela direcção do partido. No sábado, o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, foi reeleito por unanimidade para a chefia do partido que dirige desde a morte de Yasser Arafat em 2004.