Última hora

Última hora

Estados Unidos, Europa e Rússia exigem investigação ao assassinato de dirigente de uma ONG em Grozni

Em leitura:

Estados Unidos, Europa e Rússia exigem investigação ao assassinato de dirigente de uma ONG em Grozni

Tamanho do texto Aa Aa

Estados Unidos, Europa e Rússia a uma voz na exigência de uma investigação séria e rápida ao assassinato na Chechénia da responsável de uma ONG russa.

Os corpos de Zarema Sadoulaeva e do marido foram encontrados na mala do seu carro em Grozni. O presidente checheno, Ramzan Kadyrov afirmou que criminosos estão a tentar destabilizar a região e assumiu pessoalmente o controlo da investigação já que, nas suas palavras, resolver este crime assume grande importância dado que se sente particularmente tocado por ele enquanto garante da constituição. Kadyrov está sob pressão para encontrar rapidamente os responsáveis pelo duplo assassinato numa altura que crescem as críticas à forma como não tem conseguido controlar o aumento da violência na Chechénia. Segundo um perito do Carnegie Center, Kadyrov “não é nenhum anjo, mas neste caso particular tem todo o interesse em ter uma imagem normal ao nível regional e russo. Tem o interesse em ter uma imagem de um político russo normal”. Por isso este analista afirma que Kadyrov “não é responsável por estes últimos assassinatos”. O presidente checheno foi acusado por alguns críticos de estar por detrás da morte de Natalia Estemirova. A militante russa dos direitos humanos de 50 anos foi raptada e assassinada há 1 mês na Chechénia onde trabalhava para a ONG Memorial. A Human Rights Watch considera que a situação dos direitos humanos está “fora de controlo” na Chechénia.