Última hora

Última hora

Artic Sea: armador finlandês admite tese de pirataria

Em leitura:

Artic Sea: armador finlandês admite tese de pirataria

Tamanho do texto Aa Aa

O cargueiro russo Artic Sea poderá ter sido alvo de pirataria.

A hipótese é avançada pelo armador finlandês e ganha força duas semanas depois de ter desaparecido. Segundo testemunhas o navio terá sido interceptado durante a viagem por homens armados, que se identificaram como membros da polícia sueca. Uma informação desmentida, entretanto, por Estocolmo. Uma responsável da polícia sueca garante não ter havido qualquer contacto com a tripulação do navio, mas confirma a existência de testemunhos sobre o que se terá passado. “Estamos a seguir algumas pistas,” afirma, “e podemos garantir que algo de muito estranho terá acontecido no mar báltico.” Desde logo porque, adianta, “o navio deu voltas estranhas e muito bruscas” A bordo seguiam 15 tripulantes russos e um carregamento de madeira avaliado em cerca de 1 milhão de euros. A confirmar-se trata-se de um ataque inédito em águas europeias. O Artic Sea deixou a Finlândia no passado dia 23 de Julho com destino à Argélia onde deveria chegar 12 dias mais tarde.