Última hora

Última hora

Maiores economias da Zona Euro voltam a crescer

Em leitura:

Maiores economias da Zona Euro voltam a crescer

Tamanho do texto Aa Aa

O PIB das duas principais economias da Zona Euro – a Alemanha e a França – cresceu 0,3 por cento no segundo trimestre deste ano. Um cenário acompanhado por Portugal e pela Grécia, que surpreende e encoraja as economias, quando as previsões eram ainda de contracção.

É um sinal de que o velho continente quer sair da crise económica. Christian Dreger, do Instituto de Pesquisa Económica DIW, em Berlim, acredita que o pior poderá já ter passado: “Aparentemente a recessão acabou. Assistimos ao estabilizar na produção e é possível que o quarto trimestre brilhe mais que o terceiro. Penso que podemos olhar para isto como tendo uma modesta recuperação pela frente.” Mas os analistas alertam para um optimismo excessivo, face à ameaça de um crescimento do desemprego, ao ainda frágil sistema bancário e a um possível declínio do consumo. Para além de que há outros factores a considerar. Benoit de Broissia explica: “Tivemos um crescimento no segundo trimestre em relação ao primeiro. Mas é preciso não esquecer que o segundo trimestre de 2009 mostra uma contracção comparado com o segundo trimestre de 2008, por isso continuamos com um crescimento anual negativo.” O PIB global da Zona Euro mantém-se negativo, mas apenas 0,1 por cento. A maioria dos países continua em contracção, mas bem menos acentuada que no primeiro trimestre.