Última hora

Última hora

Woodstock, 40 anos depois

Em leitura:

Woodstock, 40 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje é um lenda, suscita admiração e até reverência. Mas há quarenta anos o Festival de Woodstock não impressionou tanto. Na época, o Wall Street Journal falou de um evento “nojento e lamentável”. Hoje, o mesmo jornal dedica três páginas à sua história.

A amplitude do fenómeno surpreendeu os próprios organizadores. Eram esperadas 180 mil pessoas Apareceram mais de quinhentas mil. O concerto reuniu 32 artistas. Quarenta anos depois, o evento simboliza os valores da geração “Peace and Love” que se opôs à guerra no Vietname e à moral da burguesia. Dessa geração “Peace and Love” surge uma recordação: “Tinha 18 anos. Ouvia música rock e tinha ouvido dizer que ia haver um festival de três dias e que muita gente tinha comprado bilhetes. Custavam 18 dólares para três dias, o que é incrível se pensarmos nos preços de hoje em dia”. Em 1994, os organizadores fizeram uma réplica do evento e 25 mil pessoas apareceram. Em 1999, a celebração dos 30 anos degenerou em violência e este ano não houve fundos para avançar com o projecto.