Última hora

Última hora

México declara guerra à corrupção fronteiriça, e ao tráfico de armas e de droga

Em leitura:

México declara guerra à corrupção fronteiriça, e ao tráfico de armas e de droga

Tamanho do texto Aa Aa

O México decidiu aumentar o controlo nas suas fronteiras, especialmente as do norte, com os Estados Unidos, e combater a corrupção no seio dos funcionários da imigração, o tráfico de droga e de armas.

Um sinal desse comrpomisso foi o despedimento de 700 agentes “pouco fiáveis” segundo a Administração, prontamente substituídos por outros 1400 colegas de maior confiança e com cursos universitários. E sobretudo sem antecedentes penais. Mas até ao completo funcionamento da nova equipa, são os militares quem ocupa as posições nas fronteiras. O contrabando é um dos principais problemas no México, e uma fronteira porosa implica também menos impostos para os cofres do Estado.