Última hora

Última hora

Pouca esperança em encontrar com vida os 64 desaparecidos

Em leitura:

Pouca esperança em encontrar com vida os 64 desaparecidos

Tamanho do texto Aa Aa

Existem imagens vídeo do acidente de ontem na maior central hidroeléctrica russa. De acordo com o presidente do grupo Rushydro que gere a barragem de Saiano-Chouchenskaia, na Sibéria, são remotas as hipóteses de se encontrarem mais sobreviventes.

Existem 12 mortos confirmados mas as autoridades procuram ainda outras 64 pessoas dadas como desaparecidas após o súbito aumento de pressão hidráulica numa das dez turbinas da central que provocou uma explosão. 15 pessoas ficaram feridas, segundo uma agência de notícias russa. A origem do incidente ainda não foi determinada. O Comité de Investigações da Procuradoria-geral Russa descartou a hipótese de ter sido um atentado. Segundo responsáveis da central, erguida nos tempos da União Soviética, três das dez turbinas ficaram inoperacionais mas não existem quaisquer danos na represa pelo que não há riscos de colapso. No entanto, muitos dos residentes das povoações próximas da barragem, que tem 250 metros de altura e mais de um quilómetro de largura, jogaram pelo seguro. Abasteceram as suas viaturas e colocaram-se a salvo em zonas de grande altitude face ao receio de colapso da represa e consequente inundação.