Última hora

Última hora

Presidente Barack Obama defende luta contra terroristas Talibã

Em leitura:

Presidente Barack Obama defende luta contra terroristas Talibã

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, avisou que a guerra contra os talibã no Afeganistão será “demorada” e “difícil” mas insistiu que a vitória é “fundamental” para a segurança norte-americana.

Esta segunda-feira, durante a Convenção de Veteranos das Guerras Estrangeiras, em Phoenix, Arizona, o chefe de Estado norte-americano salientou a necessidade de lutar contra o terrorismo. “A revolta no Afeganistão não aconteceu da noite para o dia e não a derrotaremos de um dia para o outro. Não será fácil nem rápido. Mas não devemos nunca esquecer, esta não é uma guerra de escolha é uma guerra de necessidade”, disse Obama. “Aqueles que atacaram os Estados Unidos a 11 de Setembro [de 2001] estão a conspirar para voltar a fazê-lo. Se o país nada fizer, os talibã criarão um refúgio seguro, maior do que o actual, de onde a Al-Qaida conspirará para matar mais norte-americanos” afirmou. Para fazer frente ao terrorismo dos Talibã, o Presidente Obama já enviou só este ano mais 30 mil tropas para o Afeganistão, mudando o foco da guerra para fora do Iraque. Militares que assumem um importante papel na manutenção da segurança do país que esta quinta-feira elege um novo presidente.