Última hora

Última hora

Desparecidos na barragem russa de Sayano-Shushenskaya estão provavelmente mortos

Em leitura:

Desparecidos na barragem russa de Sayano-Shushenskaya estão provavelmente mortos

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades russas temem que não haja sobreviventes entre os 64 trabalhadores que ainda se encontram desaparecidos depois de um acidente na maior central hidroenergética do país.

Um ambiente carregado e de tristeza marcou a reunião entre as autoridades e os familiares das vítimas. Para já, estão confirmadas 12 mortos barragem de Sayano-Shushenskaya, Sibéria, e existem poucas esperanças de encontrar sobreviventes. Uma habitante queixa-se de desconhecer o paradeiro de um familiar desaparecido. Uma outra diz não saber o que fazer com três crianças que ficam sem pai. Entretanto as buscas continuam a ser efectuadas por mergulhadores na zona das turbinas, onde se deu o que as autoridades chamam de “golpe hidráulico”. Para já não existe ainda explicação para o acidente mas pensa-se que na origem desta ruptura terá estado um impacto hidráulico que destruiu a turbina que estava a ser reparada. As autoridades têm agora em mãos uma outra dor de cabeça. Devido ao acidente houve uma importante fuga de produtos à base de petróleo no rio Ienissei. A mancha já atingiu 80 quilómetros a jusante da central e representa uma catástrofe ambiental.