Última hora

Última hora

Governo decreta dia de luto na Cacássia após acidente na central hidroeléctrica

Em leitura:

Governo decreta dia de luto na Cacássia após acidente na central hidroeléctrica

Tamanho do texto Aa Aa

O governo decretou dia de luto na república russa da Cacássia após o acidente numa central hidroeléctrica que causou a morte a catorze pessoas.

As autoridades temem que não haja sobreviventes entre os 62 trabalhadores que se encontram desaparecidos. O acidente deu-se na segunda-feira pela manhã. Um residente recordou a aflição do momento: “Foi uma situação de grande pânico. Não era possível abastecer o carro, havia filas. Todas as lojas fecharam. Em Abakan, a cidade mais próxima, todos os estabelecimentos encerrarram”. A central de Saiano-Chuchenskaia, em plena Sibéria era uma das maiores do mundo, com capacidade para produzir 6,4 milhões de quilowatts por hora. Inaugurada pela União Soviética em 1978 era hoje considerada obsoleta. Os mergulhadores continuam à procura de trabalhadores que possam ter sobrevivido em bolsas de ar mas as famílias queixam-se de não estar a ser informadas sobre o avanço das operações de busca. Além das perdas humanas e materiais, o acidente provocou danos ambientais, com o derramamento de quarenta toneladas de produtos derivados do petróleo no rio Ienissei.