Última hora

Última hora

Bombista de Lockerbie é um homem livre

Em leitura:

Bombista de Lockerbie é um homem livre

Tamanho do texto Aa Aa

Condenado a prisão perpétua, o responsável pelo atentado de Lockerbie é agora um homem livre sem ter limpo o seu nome.

O governo escocês libertou Abdelbaset al-Megrahi com base em razões humanitárias. O antigo agente secreto líbio de 57 anos sofre de cancro da próstata e tem três meses de vida. O ministro da justiça escocês Kenny MacAskill anunciou a decisão. “Al-Megrahi não demonstrou piedade nem compaixão pelas vítimas. As vítimas não poderam regressar ao seio das suas famílias para viver as suas vidas até que chegasse a sua hora. Não mostrou qualquer compaixão. No entanto, isto não é razão para que lhe neguemos compaixão, a ele e à sua família, nos seus últimos dias. Os Estados Unidos anunciaram lamentar profundamente a libertação da al-Megrahi. Muitos familiares das vítimas estão indignados e há quem acredite que Washington fez muito pouco nesta matéria. “A secretária de Estado disse que protestou, bem como outros dirigentes, mas ao longo destes últimos anos de contactos com o nosso governo, aprendi que quando os Estados Unidos querem algo do Reino Unido, os Estados Unidos conseguem. Por isso não insultem a minha inteligência”, diz um familiar das vítimas. Quatro dias antes do Natal de 1988, uma bomba a bordo do 747 da Pan Am explodiu sobre a cidade escocesa de Lockerbie. 270 pessoas morreram, sobretudo norte-americanos. Al-Megrahi continua a até hoje a clamar inocência.