Última hora

Última hora

Coreia do Norte aproxima-se dos Estados Unidos

Em leitura:

Coreia do Norte aproxima-se dos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Os norte-coreanos reiteram o desejo de conversar directamente com os Estados Unidos.

A informação é avançada pelo governador do Novo México, depois de um encontro com diplomatas deste país asiático. Pyongyang, que tem mantido relações tensas com a comunidade internacional, abandonou as conversações e retomou o programa de produção de plutónio em Abril passado. Mas a mensagem para os americanos é outra. O governador do Novo México explica que há uma abertura que que se vê de várias maneiras, mensagens de condolência, uma reunião com o presidente da Hyundai, o cancelamento dos lançamentos por parte da Coreia do Sul. Portanto, é preciso aproveitar esta abertura. Bill Richardson pensa que o próximo passo deve ser algum tipo de diálogo que envolva os Estados Unidos e a Coreia do Norte. As relações entre os dois países são tensas mas há sinais de mudança. Exemplo disso, foi o ex-presidente Bill Clinton ter conseguiu deixar Pyongyang acompanhado pelas duas jornalistas detidas em Março. As americanas foram condenadas a 12 anos de trabalhos forçados por entrarem no país sem autorização. O impasse sobre a produção nuclear norte-coreana tem preocupado e irritado a comunidade internacional, principalmente depois de ter realizado testes nucleares.