Última hora

Última hora

Escócia pode libertar condenado do atentado de Lockerbie

Em leitura:

Escócia pode libertar condenado do atentado de Lockerbie

Tamanho do texto Aa Aa

Abdelbaset Ali Mohamed Al-Megrahi, conhecerá o seu futuro brevemente.

A decisão de libertar ou manter na prisão o líbio condenado como autor do atentado bombista de Lockerbie será tomada dentro de poucas horas pelo Ministério escocês da Justiça. Megrahi, de 57 anos, sofre de cancro da próstata em fase avançada e pode ser libertado por razões humanitárias. Washington opõe-se frontalmente à ideia. “Penso que é absolutamente errado libertar alguém que foi preso que se provou estar envolvido num crime horrendo”, afirmou a Secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton. Segundo os meios de comunicação britânicos, Megrahi deve regressar à Líbia a tempo do início do mês do Ramadão, na próxima sexta-feira. Um cenário que indigna todos os familiares das 270 pessoas que perderam a vida no atentado de 1988 contra um Boeing 747 da Pan Am. Contestatários alegaram que o Governo se apressou a ratificar o tratado que abre caminho à repatriação do bombista porque tem sobretudo em vista manter um bom relacionamento comercial com o regime do coronel Muammar Khadafi. A decisão está nas mãos do Ministro da Justiça escocês Kenny MacAsdkill.