Última hora

Última hora

Portugal e Espanha sofrem os efeitos das chamas

Em leitura:

Portugal e Espanha sofrem os efeitos das chamas

Tamanho do texto Aa Aa

O interior norte e centro de Portugal apresentam um risco máximo de incêndio. O alerta foi dado pelo Instituto de Metereologia, um dia depois do fogo no Parque Natural do Douro que se propagou a Espanha, obrigando à evacuação de uma aldeia.

Na quarta-feira, foram registados um total de 152 incêndios em território português, combatidos por mais de 2700 bombeiros. O fogo que lavrou no distrito de Viseu obrigou ao corte da linha ferroviária da Beira Alta. As ligações já foram entretanto restabelecidas. Espanha é este ano um dos países europeus mais afectados pelos incêndios, com 11 mortos e mais de 90 mil hectares queimados. Na província de Zaragoza, um incêndio declarado na terça-feira no campo de manobras militares de San Gregorio, arrasou em 48 horas mais de 6500 hectares. Os bombeiros conseguiram esta manhã travar o avanço das chamas, mas 300 efectivos e 18 aviões continuam mobilizados nas tarefas de extinção.