Última hora

Última hora

Líderes mundiais elogiam êxito das eleições presidenciais no Afeganistão

Em leitura:

Líderes mundiais elogiam êxito das eleições presidenciais no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Terminadas as eleições presidenciais no Afeganistão é tempo de contar votos.

O acto eleitoral correu melhor de que o previsto. Apesar dos 135 episódios de violência registados pelo país, que custaram a vida nove civis e 14 membros das forças de segurança, vários líderes mundiais elogiaram o êxito do escrutínio Os 17 milhões de eleitores chamados às urnas para escolher o novo presidente e os conselheiros das províncias não encontraram problemas na maioria das 6500 assembleias de voto, apesar das ameaças de ataques Talibã. Os resultados deverão ser conhecidos a três de Setembro mas segundo as sondagens, o presidente Ahmid Karzai é o favorito à vitória, com 45% dos votos. Situação que obrigará a realização de uma segunda volta em Outubro. O principal adversário de Karzai é o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, Abdulah Abdulah, que recolhe 25% das intenções de voto. Independentemente do vencedor das presidenciais, estas eleições afegãs são um teste para a estratégia do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Só este ano, Washington enviou trinta mil tropas suplementares para o território. A força internacional no Afeganistão ultrapassa os cem mil militares, incluindo 70 mil norte-americanos.