Última hora

Última hora

Comemorações do "Baltic Way"

Em leitura:

Comemorações do "Baltic Way"

Tamanho do texto Aa Aa

A Estónia, Lituania e Letónia desenvolveram, no fim de semana, actividades para celebrar o vigésimo aniversário que marcou o início da luta pela independência, da União Soviética. Foi a 23 de agosto de 1989 que as populações dos três Estados bálticos saíram em peso para as ruas, protestando contra Moscovo. A data coindia com o 50º aniversário do pacto de não-agressão que oferecia à Uniao sovietica o controlo dos estados bálticos, traduzido em 50 anos de ocupação.

Emocionado, um dos participantes na comemoração diz: “Este aniversário está guardado junto do nosso coração. Hoje convivemos e recordámos e alguns dos que participaram ainda se emocionam. A data serve para recordar e celebrar.” Há 20 anos, dois milhões de pessoas juntaram as mãos e formaram uma corrente humana, ao longo dos 600 quilómetros que unem os três países. A acção de protesto estendeu-se desde a capital estoniana de Tallin, a Vilnius, na Lituania, com passagem por Riga, na Letónia. A sede pela liberdade desencadeou uma rebelião diante do parlamento letão e as tropas soviéticas reagiram. Viveram-se momentos dramáticos neste período mas dois anos depois, os Estados bálticos ganham o direito à independência, seguindo-se o colapso da União Soviética.