Última hora

Última hora

Oposição denuncia fraude nas presidenciais afegãs

Em leitura:

Oposição denuncia fraude nas presidenciais afegãs

Tamanho do texto Aa Aa

O resultado das eleições presidenciais no Afeganistão não sera conhecido antes de 3 de Setembro, mas o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, Abdullah Abdullah, denunciou este domingo “irregularidades e fraudes maciças” em favor do actual presidente, Hamid Karzai. Os dois candidatos gritaram vitória à saída das urnas, mas a Comissão de Queixas Eleitoral tem na sua posse 225 protestos contra irregularidades.

Em declarações à imprensa, Abdullah Abdullah disse que, segundo os observadores, há relatórios de atitudes tendenciosas e de corrupção. Mas denunciou sobretudo “uma fraude maciça, que pode ter um impacto no resultado das eleições.” Algo que, segundo o candidato, tem de ser evitado para não comprometer a esperança do povo afegão de ter uma vida melhor no futuro. Palavras do candidato a quem as sondagens davam a possibilidade de levar o actual presidente, Hamid Karzai, a uma segunda volta. Hoje, um dos altos responsáveis militares norte-americanos afirmou que a situação no Afeganistão tem vindo a piorar e que a rebelião talibã se intensificou. Mas admitiu que ainda não foram pedidos reforços para o território. Só em Julho, morreram 44 soldados norte-americanos.