Última hora

Última hora

Em busca do hidroavião perdido há 81 anos

Em leitura:

Em busca do hidroavião perdido há 81 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Oitenta e um anos depois, uma expedição norueguesa quer recuperar o aparelho em que desapareceu o mítico explorador polar norueguês Roald Amundsen. O aventureiro foi o primeiro homem a chegar ao Pólo Sul. Mas a 18 de Junho de 1928 descolou para a última viagem no hidroavião francês Latham 47, que desapareceu no Árctico.

Hoje, dois navios, um da Guarda Costeira e outro da Marinha, vão começar as buscas, com a ajuda de um submarino e de alta tecnologia. O objectivo é passar a pente fino uma zona de 36 milhas náuticas, junto às ilhas Svalbard, onde se pensa que o avião desapareceu em 1928. A expedição partiu da cidade de Tromso, no norte da Noruega, rumo a Bjornoeya ou Ilha do Urso. Até 3 de Setembro, vai vasculhar o fundo do mar para tentar encontrar o Latham 47. O misterioso desaparecimento de Roald Amundsen ainda está por esclarecer. Só se sabe que dias depois de se ter perdido, um tanque de combustível e uma bóia foram descobertos no litoral da Noruega. Esta é a segunda expedição norueguesa que tenta descobrir o que se passou com um dos maiores aventureiros polares de todos os tempos. Mas desta vez, as expectativas são maiores graças ao auxílio das novas tecnologias.