Última hora

Última hora

Trabalhadores da OPEL fazem ultimato à GM para decidir comprador

Em leitura:

Trabalhadores da OPEL fazem ultimato à GM para decidir comprador

Tamanho do texto Aa Aa

Com o futuro da Opel suspenso há meses, os trabalhadores perderam a paciência e fizeram um ultimato à General Motors (GM): ou toma uma decisão esta semana sobre o projecto de retoma ou haverá acções espectaculares.

O aviso foi feito pelo chefe da Comissão central de trabalhadores da Opel, Klaus Franz, depois de na sexta-feira, a General Motors não ter conseguido decidir, mais uma vez, entre as duas propostas de retoma: os canadianos da Magna e os belgas RHJ. No seio da empresa americana, há mesmo quem seja contra a venda, o que assusta Berlim. Após meses de discussões o dossiê continua em ponto morto. O governo alemão, favorável à Magna, convocou a GM para discussões esta semana. O assunto é urgente, visto estar em curso a campanha eleitoral. Ao mesmo tempo, está quase finalizado o acordo sobre o futuro da Hummer. A General Motors vai vender a marca aos chineses Tengzhong. A negociação começou em Junho e para a assinatura do acordo falta apenas a luz verde das autoridades chinesas. No entanto, fontes americanas próximas do dossiê adiantam que o acordo será assinado ainda esta semana.