Última hora

Última hora

Ucrânia celebra 18 anos de independência

Em leitura:

Ucrânia celebra 18 anos de independência

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia celebra esta segunda-feira 18 anos de independência. E as mais altas figuras do Estado começaram o dia por assistir à tradicional missa na catedral de Santa Sofia, em Kiev.

O presidente Victor Iouschenko e a primeira-ministra Julia Timoschenko seguiram depois para a praça da independência onde decorreu a cerimónia oficial. As eleições presidenciais aproximam-se e aqueles que protagonizaram a revolução laranja estão agora de costas de voltadas. O chefe de Estado encontra-se mesmo numa posição desfavorável. Aparece em terceiro nas intenções de voto. Recentemente a oposição contornou no parlamento um veto presidencial após Victor Iouschenko rejeitar alterações à lei eleitoral. O presidente diz ter a certeza que o tribunal constitucional lhe dará razão mas promete eleições transparentes e justas. “Não se esqueçam que a unidade espiritual é essencial para a Ucrânia poder respirar. Como presidente garanto que o processo eleitoral e a votação vão ser implementados de forma livre, justa e legítima”, disse no seu discurso. Iouschenko anunciou igualmente o início de um debate nacional sobre seu projecto de emendas constitucionais, que também foi mal recebido pela Rada Suprema.