Última hora

Última hora

Atentados na Tchetchénia desafiam Moscovo

Em leitura:

Atentados na Tchetchénia desafiam Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Novo atentado mortal na república da Tchetchénia esta terça-feira.
 
Quatro polícias morreram e três civis ficaram feridos depois de um suicida se ter feito explodir na localidade de Mesker-Yurt a 20 quilómetros da capital.
 
O Kamikaze foi identificado como membro da guerrilha islamita que opera na república e já tinha sido julgado e detido em 2004.
 
Trata-se do segundo atentado suicida num espaço de cinco dias. Na última sexta-feira um duplo atentado com explosivos matou outros quatro polícias e feriu um civil.
 
O ataque de hoje ocorreu um dia depois de  Vladimir Putin ter visitado de surpresa Grozny onde se avistou com o presidente tchetcheno Ramzan Kadirov.
 
Segundo um porta-voz do primeiro-ministro russo o encontro entre os dois dirigentes teve como principais temas a situação socio-económica e o desemprego.
 
Putin também se deslocou à tumba do antigo presidente tchetcheno Akhmad Kadyrov, morto na sequência de um atentado em 2004.
 
A segurança no cáucaso russo têm piorado significamente nos últimos meses, com a ocorrência de atentados também nas repúblicas da Inguchétia e do Daguestão.