Última hora

Última hora

Obama renova mandato de Bernenke na FED

Em leitura:

Obama renova mandato de Bernenke na FED

Tamanho do texto Aa Aa

Ben Bernenke vai passar mais quatro anos à frente da Reserva Federal americana (FED). A recondução era esperada pelos investidores, depois do seu papel durante a crise económica. Foi sob seu comando, que a FED baixou as taxas de juro para perto de zero e injectou centenas de milhares de milhões de dólares na economia.

O anúncio foi feito por Barack Obama, na ilha de Martha’s Vineyard, no Massachussets, onde passa férias. O presidente americano afirmou: “Ben Bernenke liderou a FED durante a pior crise financeira que o e país e o Mundo alguma vez tiveram de enfrentar. É um especialista no tema da Grande Depressão de 1929. Estou certo que nunca imaginou que faria parte de uma equipa com a tarefa de prevenir uma crise semelhante”. Ben Bernenke terá ainda de passar pelo voto do Senado, mas não se esperam dificuldades embora muitos o critiquem por não ter conseguido antever uma crise tão severa. O presidente da FED defende-se, garantindo que “a Reserva Federal, tal como outras instituições, foi desafiada por uma série de eventos sem precedentes nos últimos anos”. Considera que têm sido “corajosas e determinadas como as circunstâncias exigiam, mas o objectivo continua a ser o mesmo: reconstruir um ambiente económico e financeiro estável que faça renascer as oportunidades”. Durante o primeiro mandato, Bernenke viu falir algumas das maiores instituições financeiras do país, mas salvou outras com o programa de relançamento económico. Considera que o pior já passou, mas no segundo mandato terá de conduzir a maior economia mundial ao crescimento. Uma tarefa complicada, quando o défice público americano para a próxima década deverá ser maior do que o previsto e atingir os nove biliões de dólares e o desemprego deverá ultrapassar a barreira dos dez por cento.