Última hora

Última hora

Especulação imobiliária na Grécia ameaça reflorestação das áreas perdidas

Em leitura:

Especulação imobiliária na Grécia ameaça reflorestação das áreas perdidas

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das promessas do Governo, os terrenos agora libertados pelo fogo vale milhões e há quem diga que a especulação imobiliária já esteja muito avançada.

Grandes incêndios que devastaram florestas e parques na Grécia no passado, deram lugar, anos depois, a vivendas luxuosas ou condomínios. Apesar de a lei grega fazer das florestas santuários intocáveis, apenas o são até que o fogo os arrase. Themis Krasia é um construtor que conhece bem os esquemas: “Sabemos quando um fogo vai acontecer. Depois nós aparecemos e ocupamos os terrenos antes que as árvores sejam reintroduzidas.” Numa questão de dias surgiram 213 milhões de metros quadrados à porta de Atenas sem casas. Spiros Kovelis, deputado do Partido Socialista grego, garante que nunca viu a demolição de construções ilegais na Grécia. O deputado aponta o dedo: “Centenas de construções clandestinas, como estas, datam do ano passado… enquanto mil metros quadrados de floresta não vale nada, em termos de construção traduzem-se em 600 a 800 metros quadrados de casas, e isso vale muito dinheiro…” Os analistas temem que o plano do edil de Atenas de duplicar a população e, por conseguinte aumentar a cintura urbana da cidade, venha a ser um obstáculo à aplicação da lei, agora e no futuro.