Última hora

Última hora

Neonazis alemães apostam forte nas regionais da Saxónia

Em leitura:

Neonazis alemães apostam forte nas regionais da Saxónia

Tamanho do texto Aa Aa

A extrema-direita alemã está apostada em conseguir mais lugares no parlamento regional da Saxónia.

Animados por resultados recentes positivos, após a obtenção em 2004 de 9,2 por cento dos votos que lhes valeram dois deputados, os líderes do NPD ambicionam ir ainda mais longe. “O NPD da Saxónia prepara terreno para que o NPD a nível nacional marque um penálti nas eleições gerais… e o partido em Berlim só tem que marcar o golo… Vamos dar a nossa contribuição e estou ansioso para ver se os nossos companheiros de partido transformam a grande penalidade”, afirmou Holger Apel, dirigente regional do partido. Este domingo realizam-se eleições regionais em três Estados alemães. Duas decorrem no Leste e a terceira na parte ocidental em Saarland. Na Turíngia e em Saarland o NPD não se apresenta nas urnas uma vez que a previsões apontavam para resultados abaixo dos 5%. Mas na Saxónia, o partido apostou em força. Nas grandes cidades a extrema direita gastou mais de 250.000 euros em 80.000 cartazes. Muita gente se pergunta de onde veio o dinheiro. No Estado da Turíngia, apesar de não ir às urnas, o NPD faz campanha contra Zeca Schall, candidato da CDU de origem angolana. O Líder local dos Neonazis Udo Voigt aconselhou Schall a voltar ao país de origem e a polícia está a proteger o candidato Democrata Cristão que sofreu ameaças e ofensas racistas.