Última hora

Última hora

Ocidente pressiona Israel a retomar o processo de paz com os palestinianos

Em leitura:

Ocidente pressiona Israel a retomar o processo de paz com os palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

À chegada a Berlim esta manhã, proveniente de Londres, Benjamin Netanyahu sabia que a questão das negociações de paz com os palestinianos ia estar no centro das atenções.

Mas foi o programa nuclear iraniano que o primeiro-ministro israelita quis abordar publicamente. Na conferência de imprensa conjunta com Merkel, Netanyahu referiu que o mais importante que a comunidade internacional pode fazer “é o que a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, chamou de sanções paralisantes. É possível fazer uma verdadeira pressão económica sobre o regime iraniano se as maiores potências do mundo se unirem.” Sobre esta questão, Angela Merkel afirmou que sem progressos até Setembro a Alemanha vai pedir sanções mais estritas contra o Irão. Sobre as negociações de paz israelo-palestinianas, a chanceler alemã considerou que “a suspensão da construção de colonatos é uma condição prévia para o recomeço do processo de paz.” Durante a visita, Netanyahu recebeu os planos originais do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, que vão agora ser levados para Israel para serem arquivados no memorial Yad Vashem. O primeiro-ministro israelita desmentiu também a informação divulgada pelo jornal Haaretz segundo a qual o seu governo vai suspender por nove meses a construção de novos colonatos na Cisjordânia.