Última hora

Última hora

Jaycee Dugard sã e salva 18 anos após o seu rapto

Em leitura:

Jaycee Dugard sã e salva 18 anos após o seu rapto

Tamanho do texto Aa Aa

Jaycee Dugard desapareceu no dia 10 de Junho de 1991 quando se encontrava em South Lake Tahoe, no Estado da Califórnia. Tinha 11 anos.

Hoje, 18 anos depois reapareceu sã e salva. De acordo com o diário Los Angeles Times, terá sido a própria Jaycee Dugard a apresentar-se à polícia de Concord, a 45 quilómetros de São Francisco. Fred Kollar, o adjunto do xerife de El Dorado não conseguiu esconder a emoção ao anunciar que Jaycee se encontrava bem. Entre 1991 e 2009 a jovem viveu no jardim da casa do seu sequestrador, de quem teve duas filhas de 15 e 11 anos. Phillip Garrido, de 58 anos, encontrava-se em liberdade condicional por ter sido condenado por violação. Phillip e a mulher, Nancy, foram detidos na quarta-feira pelo FBI. Há 18 anos, a menina foi raptada por dois indivíduos que se deslocavam de carro sob o olhar do padrasto, que a acompanhava ao autocarro escolar. Um ano depois, a mãe de Jaycee, Terry Dugard afirmava que queria saber porque é que lhe tiraram o que ela tinha de mais próximo e mais querido. Depois do rapto e até hoje o padrasto de Jaycee foi considerado como um dos principais suspeitos, razão pela qual o seu testemunho nunca foi tido em conta. Carl Probyn explica que sempre disse tratar-se de um homem e uma mulher. Através da janela do passageiro viu um cabelo escuro de mulher. E acrescenta não se lembrar da distância a que se encontrava do carro. O caso foi descoberto devido ao comportamento suspeito de Garrido. O raptor foi então convocado para uma visita de controlo pelo agente que vigiava a liberdade condicional e apresentou-se acompanhado pela mulher, por duas crianças e pela jovem Jaycee Dugard que apresentou como Allissa, o que agravou as suspeitas.