Última hora

Última hora

Tensão entre Colômbia e Venezuela domina cimeira da UNASUR

Em leitura:

Tensão entre Colômbia e Venezuela domina cimeira da UNASUR

Tamanho do texto Aa Aa

Tarefa difícil para Álvaro Uribe. O presidente colombiano chegou, durante a noite, à Argentina para participar na cimeira da UNASUR, a União das Nações Sul-americanas, que tem início esta sexta-feira em San Carlos de Bariloche.

A reunião ao mais alto nível, que vai decorrer num hotel de luxo à beira de um lago, vai ser dominada pelo clima de tensão na região provocado pelo acordo militar entre a Colômbia e os Estados Unidos. O texto prevê a utilização por parte das tropas norte-americanas de sete bases militares colombianas, durante 10 anos. O acordo é visto pelo presidente venezuelano como uma declaração de guerra à “revolução bolivariana” que está em curso na região. Hugo Chávez ameaçou mesmo cortar relações diplomáticas com Bogotá. San Carlos de Bariloche já foi palco de várias manifestações. Várias centenas de pessoas, entre sindicalistas, estudantes e indígenas Mapuches, quiseram mostrar o seu descontentamento pela presença militar norte-americana na região. Washington virou-se para Bogotá após o encerramento da base norte-americana anti-droga de Manta, no Equador, depois de Quito ter proibido a presença de tropas estrangeiras no seu território. O Equador assegura a presidência rotativa da UNASUR.