Última hora

Última hora

Alegados raptores de Jaycee Dugard declaram-se inocentes em tribunal

Em leitura:

Alegados raptores de Jaycee Dugard declaram-se inocentes em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Phillip Garrido e a mulher, Nancy, os alegados sequestradores de Jaycee Dugard em 1991, declararam-se esta sexta-feira “inocentes” em tribunal.

Um caso que trouxe ao de cima outros casos. O homem de 58 anos pode estar também ligado a uma série de assassinatos de prostitutas nos anos 90, na zona de Antioch, onde reside. Jaycee Dugard, hoje com 29 anos, foi raptada a 10 de Junho de 1991 em South Lake Tahoe, na Califórnia e reapareceu sã e salva esta sexta-feira. Garrido é acusado de ter mantido a jovem em condições sórdidas durante 18 anos no jardim da sua casa na Califórnia e de ter violado Jaycee, que teve duas filhas do raptor. As autoridades declararam que podiam ter resgatado a jovem em 2006, quando fizeram uma busca a casa de Garrido, depois de uma chamada de um vizinho. OWarren Rupf, o xerife de Contra Costa explica que a polícia foi “pouco curiosa, que devia ter procurado mais e ter sido mais inquisitiva”. Há 3 anos, as autoridades não revistaram o jardim, onde estavam escondidas as tendas. Phillip Garrido encontrava-se em liberdade condicional por ter sido condenado por violação. Foi o seu comportamento suspeito que o denunciou, numa visita de controlo do seu agente de liberdade condicional. O raptor estava acompanhado pela mulher, por duas crianças e pela jovem Jaycee.