Última hora

Última hora

NATO quer ganhar guerra do Afeganistão

Em leitura:

NATO quer ganhar guerra do Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

O novo secretário-geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen, assegura que a Aliança ficará no Afegansitão “o tempo que for preciso”.

Numa altura em que alguns países discutem a possibilidade de uma retirada,o novo secretário-geral quer deixar nas mãos do governo de Cabul um “país próspero e pacífico”. “A situação não é satisfatória nesta altura, mas fizemos progressos. Continuaremos empenhados, vamos assistir o povo afegão a garantir a segurança do seu próprio país, e por isso ficaremos o tempo que for preciso”. Cerca de 65.000 tropas de 42 nações, incluindo Portugal, integram a missão da NATO que enfrenta dificuldades devido ao desacordo sobre o envio de mais militares para o terreno.