Última hora

Última hora

Polícia suspeita de mais crimes cometidos pelo casal Garrido

Em leitura:

Polícia suspeita de mais crimes cometidos pelo casal Garrido

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de São Francisco continua a investigar as imediações da propriedade de Phillip Garrido em busca de pistas para crimes nunca desvendados.

As autoridades suspeitam que o homem acusado de rapto de uma rapariga durante 11 anos poderá ter cometido mais raptos na década de 90. “Foi encontrado um fragmento de osso na propriedade de um vizinho. Era muito pequeno e, como sabem, Phillip Garrido tinha acesso a essa propriedade, sabemos que a utilizava e parece que viveu ali num barracão”, revelou Jimmy Lee, porta-voz do xerife do condado de Contra Costa. Garrido e a mulher Nancy foram detidos a semana passada e enfrentam perto de 30 acusações ligadas ao desaparecimento de Jaycee Lee Dugard. O casal é acusado, entre outras, de rapto e abuso sexual da rapariga raptada em South Lake Tahoe, mas poderá estar envolvido no rapto e assassínio de várias prostitutas. Jaycee, agora com 29 anos, foi raptada numa paragem de autocarro à vista do padrasto. Nos últimos anos, a jovem trabalhava como assistente de Garrido e o facto de não ter tentado escapar antes leva os peritos a concluir que sofria da síndrome de Estocolmo, ou seja, tinha desenvolvido uma relação afectiva com o sequestrador. A jovem teve duas filhas de Garrido em cativeiro, uma agora com 11 e outra com 16 anos e levava, aparentemente, uma vida normal.