Última hora

Última hora

Produtores manifestam-se em Bruxelas e prometem greve de leite

Em leitura:

Produtores manifestam-se em Bruxelas e prometem greve de leite

Tamanho do texto Aa Aa

Para os produtores europeus de leite, o tempo é de vacas magras, e vieram dizê-lo a Bruxelas. Entregaram uma lista de reivindicações ao Conselho e à Comissão, e se a reunião dos ministros da tutela, na próxima segunda-feira, não os satisfizer, prometem uma greve do leite à escala europeia.

Entre os manifestantes, o eurodeputado altermundialista José Bové que afirma: “As regras actuais são catastróficas. A Comissão não percebeu nada. A comissária Fisher Boel é pela compaixão. Os produtores pedem justiça.” A comissária considera que o pior já passou, que a crise do leite tocou no fundo e agora que há sinais de uma melhoria da situação. Mas o European Milk Board – EMB – a federação que reúne os produtores europeus de leite não é da mesma opinião e exige um controlo da oferta. “Propomos produzir apenas o que podemos vender, na Europa e fora dela, a um preço elevado – 40 cêntimos por litro – para cobrir os custos e para que os agricultores possam viver”, diz Romuald Schaber, presidente da EMB. Os produtores exigem a continuação das quotas leiteiras, a que Bruxelas quer pôr fim em 2015, e salientam que o preço do leite está, hoje ao mesmo nível de há 50 anos.