Última hora

Última hora

Governo escocês de novo convocado para esclarecer circunstâncias da libertação de Megrahi

Em leitura:

Governo escocês de novo convocado para esclarecer circunstâncias da libertação de Megrahi

Tamanho do texto Aa Aa

O Ministro escocês da Justiça foi de novo convocado esta quarta-feira pelo Parlamento para debater a libertação do úncio condenado pelo atentado de Lockerbie, Abdel Basset al Megrahi, que matou 270 pessoas em 1988. Os deputados querem, desta vez, analizar com Kenny MacAskill o conteúdo da correspondência, tornada pública, entre Londres e Edimburgo, sobre o assunto.

Apesar de as cartas indicarem que o Reino Unido não queria “ofender” a Líbia, ficou claro que a decisão final de libertar Megrah cabia à Escócia. Londres foi acusada de pressionar Edimburgo para que al Megrahi fosse libertado, por razões humanitárias, e assim defender os seus interesses económicos na região. O condenado sofre de um cancro em fase terminal. O assunto volta à ribalta um dia depois de a Líbia ter celebrado com pompa os 40 anos no poder de Mohamad Kaddafi. A imagem de chegada de Magrahi a Tripoli encheu os ecrãs da festa. Vários líderes ocidentais declinaram o convite de Kaddafi, mas dirigentes africanos, árabes e da América Latina primaram pela presença. A festa começou na noite de segunda-feira e acabaram na madrugada passada.