Última hora

Última hora

"Baaria" abre Festival de Veneza

Em leitura:

"Baaria" abre Festival de Veneza

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival de Veneza abriu este ano com “Baaria”, um filme épico que se debruça sobre 3 gerações a começar nos anos 30 e até aos tempos modernos, passado pela ascensão do fascismo, a IIª Guerra Mundial e as manobras políticas da Itália do pós-guerra como pano de fundo.

A película de Giuseppe Tornatore relata a vida de um conjunto de personagens no microcosmos da pequena cidade de Baaria, na Sicília, onde o realizador nasceu. Ennio Morricone, famoso desde que compôs nos anos 60 a música dos westerns de Sergio Leone, assina a banda sonora de “Baaria”. Com um orçamento de 25 milhões de euros, “Baaria” é um dos filmes italianos mais caros de sempre e foi, quase na totalidade, rodado na Tunísia. Para recriar a cidade da sua juventude, Tornatore contratou 63 actores profissionais, 147 amadores e 35 mil figurantes.