Última hora

Última hora

Está aberta a polémica entre Bruxelas e Roma

Em leitura:

Está aberta a polémica entre Bruxelas e Roma

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia não se sente “confortável” com a nova lei italiana da imigração, que a considera crime, impõe coimas e autoriza rondas civis contra insegurança, e irritou Berlusconi.

Depois de receber um pedido de esclarecimento de Bruxelas sobre o envio de imigrantes ilegais para a Líbia, o primeiro-ministro italiano ameaça bloquear o trabalho da UE, uma decisão que agrada a uns mas desagrada a outros. Joseph Daul afirma que Berlusconi tem razão porque há dois anos que pediram à comunidade para se ocupar das pessoas expulsas da Líbia e que andam perdidas no mar e, até agora só Malta e Itália as acolhem e a UE não cumpriu o seu dever. Já o presidente do partido socialista europeu garante que é necessária uma política comum de imigração e asilo na Europa que têm que ser integradas no respeito pelos direitos fundamentais do homem. A comissão europeia apresentou esta quarta-feira um projecto que visa combater a imigração ilegal, um drama que atinge em especial Itália, Espanha e Malta. Bruxelas acredita que apenas uma acção concertada poderá ter impacto na diminuição da imigração para países da UE. Para que possa ser aplicado o projecto precisa da aprovação dos Estados membros.