Última hora

Última hora

Governo irlandês pede ratificação do Tratado de Lisboa aos eleitores

Em leitura:

Governo irlandês pede ratificação do Tratado de Lisboa aos eleitores

Tamanho do texto Aa Aa

A menos de um mês dos irlandeses se pronunciarem no referendo ao Tratado de Lisboa intensifica-se a campanha governamental a favor do Sim.

Depois do primeiro-ministro Brian Cowen ter garantido que a ratificação do Tratado é a melhor via para o país sair da crise económica, foi a vez do Ministro dos Negócios Estrangeiros destacar a importância de dizer Sim no referendo. Michael Martin explica que agora é tempo de esclarecer. “Pretendemos informar o público das garantias que nos foram dadas pela União Europeia depois das preocupações que revelámos no ano passado durante a campanha do primeiro referendo. Desde então as nossas preocupações foram ouvidas e atendidas”, disse o ministro. De acordo com a mais recente sondagem, publicada no jornal Irish Times, os eleitores irlandeses deverão ratificar o Tratado de Lisboa com 46% dos votos. Menos 8% que no último inquérito. A subida dos indecisos é também um factor de preocupação para o governo de Dublin. A Irlanda é o único Estado da União Europeia obrigado pela Constituição a submeter a referendo o Tratado de Lisboa. No ano passado, o Não venceu com 53% dos votos. Dia 2 de Outubro os irlandeses vão às urnas.