Última hora

Última hora

OMC considera "ilegais" certas ajudas europeias à Airbus

Em leitura:

OMC considera "ilegais" certas ajudas europeias à Airbus

Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial do Comércio considera ilegais uma parte das ajudas europeias concedidas à Airbus.

A OMC entregou a Bruxelas e a Washington um relatório provisório sobre o contencioso que opõe a construtora aeronáutica europeia e a rival norte-americana, Boeing. A informação foi avançada pelo norte-americano Wall Street Journal, que cita fontes anónimas. Os Estados Unidos e a Boeing consideram a decisão da OMC como “uma grande vitória”, mas dentro de poucos meses a organização deverá exprimir-se também sobre a queixa apresentada pelas autoridades europeias contra a Boeing. O analista Yan Derocles diz que “é apenas o início de um longo processo que pode demorar três ou quatro anos até chegar a um relatório final. E também é preciso esperar para saber o que dirá a OMC dos subsídios recebidos pela Boeing”. Entre os subsídios europeus considerados “ilegais” estão as ajudas ao desenvolvimento de novos aparelhos da Airbus. A queixa apresentada em 2004 pelos Estados Unidos contra as ajudas de quatro países europeus incide sobretudo no lançamento da gama A300.