Última hora

Última hora

Ahmadinejad: "direito ao nuclear não é negociável"

Em leitura:

Ahmadinejad: "direito ao nuclear não é negociável"

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente iraniano não cede às pressões internacionais para que cancele o programa nuclear do país.

Numa conferência de imprensa em Teerão, destinada a apresentar a agenda diplomática do novo governo, Mamoud Ahmadinejad afirmou que o direito ao nuclear, “não é negociável”. O chefe de Estado reeleito afirmou estar disponível para reunir-se com Barack Obama para discutir formas de melhorar a cooperação com a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA). As operações nas quatro grandes centrais nucleares do país continuam a alimentar a suspeita internacional, face à possibilidade do Irão estar a enriquecer urânio destinado ao fabrico de armamento. A publicação do mais recente relatório dos inspectores internacionais está a ser adiada há várias semanas, num momento em que a ONU ameaça com uma quarta vaga de sanções. O Irão deverá reunir-se nas próximas semanas com o grupo dos seis países que acompanham a questão. Washington exigia que Ahmadinejad voltasse à mesa das negociações, até ao final do mês, por ocasião da assembleia geral das Nações Unidas.