Última hora

Última hora

Alemanha: Afeganistão domina campanha eleitoral

Em leitura:

Alemanha: Afeganistão domina campanha eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

A missão militar alemã no Afeganistão aquece o debate, a três semanas das eleições legislativas.

Esta terça-feira, centenas de pessoas manifestaram-se nas Portas de Bradenburgo, em Berlim e pediram a retirada das tropas germânicas do Afeganistão. Os protestos foram convocados pelo Die Linke, que joga todas as cartas para o escrutínio do dia 27. Oskar Lafontaine, o lider do partido de esquerda disse estar convencido que os últimos meses mostraram algo: “a guerra não é uma forma de fazer política”. A Chanceler Angela Merkel foi ontem ao parlamento tentar dissipar a crise criada pelo bombardeamento de sexta-feira, em Konduz, que fez várias vítimas civis e que foi ordenado por militares alemães. Merkel lamentou o ocorrido e sublinhou que “cada morte inocente no Afeganistão é uma morte em demasia”. Na passada sexta-feira, o bombardeamento aéreo de camiões cisterna sequestrados por rebeldes talibã, em Konduz, provocou vários mortos e feridos civis, confirmou a NATO, na operação comandada pelas forças alemãs no país.